(Fonte da imagem: iStock)

Os tablets estão cada vez mais se tornando uma febre e um sucesso no Brasil. Segundo dados coletados pela IDC Brasil, 1,3 milhão de dispositivos do tipo foram vendidos no primeiro semestre de 2013, um total que já está à frente de toda a vendagem acumulada ao longo de 2011.

Em comparação com os três primeiros meses de 2012, há também uma grande alta. Entre janeiro e março do ano passado, 493 mil tablets foram comercializados em todo o território nacional. Para o especialista Pedro Hagge, também da IDC, os modelos mais baratos – mesmo que de marcas desconhecidas – são o principal fator para os números explosivos.

De todos os tablets vendidos no primeiro trimestre de 2013, 89% utilizam o sistema operacional Android, mostrando um domínio completo da plataforma da Google no Brasil. A expectativa do IDC é que 5,9 milhões de dispositivos desse tipo sejam comercializados até o final do ano, um total 81% acima do registrado no ano passado.

Invadindo o território

A popularidade dos tablets no Brasil tem crescido a ponto de afetar até mesmo as vendas de desktops e notebooks. Para Hagge, mais uma vez, é o valor inferior que faz a diferença, assim como a mobilidade e a busca dos usuários por um consumo de conteúdo mais prático e conveniente.

Ao longo do primeiro trimestre de 2013, o mercado teve 27,6% de penetração dos tablets contra 32,9% dos desktops e 39,5% de notebooks. Uma tendência que deve crescer ainda mais com o passar do tempo.

Cupons de desconto TecMundo: