(Fonte da imagem: Divulgação/Microsoft)

Jack Cowett, gerente de marketing de produto Microsoft, contou ao site ARN que a remoção do “RT” do nome da segunda geração do tablet da companhia aconteceu para evitar a confusão dos consumidores. Com isso, a futura edição do gadget passará a se chamar somente Surface 2 — sendo que a sua nomenclatura atual é Surface RT.

"Achamos que houve certa confusão no ano passado no tocante à diferença entre Surface RT e Surface Pro. Queremos ajudar a tornar isso mais fácil para as pessoas. Estes são dois produtos diferentes, criados para dois tipos de pessoas diferentes", disse o executivo.

Além disso, Cowett contou que algumas das melhorias implementadas no dispositivo foram feitas com base no feedback dos clientes, como a adição de uma nova angulação no mecanismo que deixa o tablet "em pé".

"Temos um monte de bons feedbacks do Surface Pro, mas uma coisa que as pessoas nos disseram foi: `Hey, se você realmente quer que a gente use esta coisa, vocês precisam torná-lo mais fácil de usar como um laptop`", mencionou o gerente de marketing. "Nós adicionamos um segundo ângulo para o suporte lateral, por isso é muito mais confortável de usá-lo no colo. É uma pequena mudança, mas faz uma enorme diferença", complementou Cowett.

O Surface 2 ainda conta com um design mais fino, está mais leve e a sua bateria passou a ter uma autonomia de até 10 horas. O tablet da Microsoft vai rodar o Windows 8.1 e oferece uma versão completa do Microsoft Office 2013 RT. O aparelho deve começar a ser vendido na Austrália a partir do dia 22 de outubro por US$ 529 e US$ 639 nos modelos de 32 GB e 64 GB, respectivamente.

Cupons de desconto TecMundo: