História da

estação Espacial Internacional

Há 20 anos em órbita, a Estação Espacial Internacional (EEI) conta com diversas curiosidades. Conheça algumas delas.
Início do projeto
Em 1984, o então presidente norte-americano Ronald Reagan propôs a criação de uma estação espacial permanente. A intenção era ter uma base colaborativa para estudos científicos.
Países apoiadores
Em 1988, o projeto da EEI recebeu o apoio das agências espaciais do Canadá, do Japão e da Europa. Nos anos 1990, a Rússia passou a integrar o grupo de países participantes.
Participação do Brasil
Nos anos 1990, o Brasil integrou o grupo de países apoiadores da EEI. Assim, o astronauta Marcos Pontes pôde visitar a estação em 2006. Entretanto, o governo deixou o projeto em 2007.
Construção
Em 1998, a montagem da EEI ocorreu já em órbita e foi coordenada pela NASA. Grande parte das “peças” foram fabricadas nos EUA, na Alemanha, na Itália, no Japão e no Canadá.
Inauguração
No dia 1º de novembro de 2000, a EEI foi ocupada pela primeira equipe de astronautas. Até abril de 2020, a estação recebeu 240 pessoas de 19 nacionalidades diferentes.
Centro de pesquisa
A EEI é ocupada por laboratórios de estudos científicos de áreas diversas. Lá, são realizadas pesquisas nos campos da Astrobiologia, Astronomia, Meteorologia, Física e outros.
Estrutura e dimensões
Como um Lego, a EEI é formada por partes interconectadas com módulos pressurizados. Juntas, elas formam uma área de 915 metros cúbicos habitáveis e pesam cerca de 420 kg.
Oxigênio e suprimentos
Regularmente, a EEI recebe suprimentos e tanques pressurizados de oxigênio. No entanto, certos alimentos são cultivados na estação, possuindo um sistema que extrai oxigênio da água.
Água de reuso
Atualmente, a EEI utiliza um sistema especial para reuso da água. Então, 80% da água potável a bordo da estação é, de alguma forma, “reciclada”.
Energia elétrica
Painéis solares são responsáveis por fornecer energia para todos os módulos da EEI. Cada peça tem cerca de 30 metros de comprimento por 12 metros de largura.
A vida na EEI
A rotina na EEI é extremamente planejada. Por exemplo, além das atividades de pesquisas, os astronautas passam cerca de 2 horas por dia praticando exercícios físicos.
Fim da missão
Segundo a NASA, a EEI continuará recebendo financiamento até pelo menos 2024. Até o momento, o valor investido na estação espacial é superior a US$ 100 bilhões.
Conhecia alguma dessas curiosidades sobre a Estação Espacial Internacional?
 Compartilhe elas com outros
fãs de Ciência!