Na Arábia Saudita, um homem pode se divorciar de uma mulher sem que ela precise autorizar. Na verdade, muitas vezes os homens se divorciam e nem as avisam disso. Para amenizar essa a prática, foi aprovada uma lei definindo que, daqui para a frente, as mulheres devem ser notificadas sobre o divórcio através de uma mensagem de SMS.

A mensagem vai conter o número do certificado de divórcio e o nome do local onde a ex-esposa pode ir retirar o documento impresso. Além disso, as mulheres poderão checar sobre seu estado civil pela internet, assim como obter detalhes documentais.

A lei entrou em vigor no último domingo (6), como “uma das medidas para proteger os direitos das mulheres e melhorar a transformação digital com mais serviços”, de acordo com o Ministério da Justiça do país.

Embora o governo saudita tenha implantado o Visão 2030 — conjunto de reformas sociais e econômicas , as mulheres sauditas seguem sem ter direitos como: misturar-se livremente com pessoas do sexo oposto (com algumas exceções), aparecer em público sem estar usando uma abaya preta de corpo inteiro e frequentar restaurantes que não possuem uma seção destinada à família.

Felizmente, graças ao Visão 2030, as mulheres sauditas já podem tirar carteira de motorista desde junho de 2018. A Arábia Saudita era a única nação que ainda proibia as mulheres de dirigir.