Quem nunca usou o Photoshop para cortar alguém de uma foto ou até mesmo aquela “varinha mágica” para criar uma máscara e simplesmente remover um objeto do fundo? Há quem também copie padrões do fundo para completar ou sobrepor um fragmento da imagem. Agora, isso tudo está próximo de ser feito automaticamente por uma inteligência artificial (IA).

A novidade vem do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT, em inglês), por meio do projeto Deep Angel, criado por Matt Groh no MIT Media Lab. O conceito todo está em uma página da web, em que você pode ver exemplos e até mesmo enviar suas próprias fotos para serem “apagadas”.

Você pode escolher a remoção de uma pessoa, um gato, um cachorro, um elefante, entre outras coisas, e conferir exemplos do próprio site ou usar seus álbuns e o Instagram como “cobaias”. O resultado ainda não é lá essas coisas, já que fica visivelmente borrado onde houve o “retoque”. Ainda assim, o fato de a máquina identificar os elementos e limites de sua composição pode ser considerado um avanço considerável.

mitFonte: Fast Company

A ideia é que o sistema se desenvolva o suficiente para que você possa um dia apenas inserir o conteúdo e escolher o que quer tirar dele — alguém, um animal, um objeto. E, voilà, na saída estaria lá somente o que você quer. Obviamente, isso implica em questões éticas, e há um recurso no mesmo site para avançar também na identificação de imagens manipuladas.

mitFonte: Fast Company

A própria Adobe, desenvolvedora do Photoshop, vem trabalhando em soluções semelhantes com o uso da IA, e em breve poderemos ter essa ferramenta como um simples filtro de câmera — e isso pode estar mais perto do que imaginávamos.