A empresa chinesa Baoli Yota acabou de anunciar a terceira geração do seu smartphone Yotaphone, que era prevista para o ano passado. O aparelho ainda não possui data para ser lançado oficialmente, mas a fabricante garante que ele vai chegar às lojas até o final de 2017 — havendo especulações de que isso pode acontecer até setembro deste ano.

Assim como a geração anterior, o Yotaphone 3 deve contar com duas telas — sendo que a traseira deve ser mesmo uma tela e-Ink para a demonstração de informações sem que haja aumento no consumo de bateria do dispositivo. Na parte frontal, permanece a tela AMOLED. Ele deve ter ainda chip Snapdragon 625 e 4 GB de RAM. Outros detalhes de hardware ainda não foram revelados pela fabricante.

Yotaphone 2, já com o conceito de tela secundária

Como você pode ver, o hardware não coloca o Yotaphone 3 na disputa com os aparelhos top de linha, mas pode ser uma excelente ferramenta para quem quer autonomia de bateria — lembrando que o Snapdragon 625 da Qualcomm é um dos mais eficientes da atualidade. 

De acordo com a empresa responsável, o Yotaphone 3 vai ter duas versões: uma com 64 GB e outra com 128 GB para o armazenamento dos dados. Os preços devem ficar perto dos US$ 350 e dos US$ 450, respectivamente. Vale dizer que esses preços têm base na China, pois ainda não há confirmação de que veremos o novo modelo no mercado ocidental.

Cupons de desconto TecMundo: