(Fonte da imagem: Reprodução/CulturaMix)

A região do Morumbi, bairro nobre da cidade de São Paulo, conta com um novo recurso para se proteger da violência. Trata-se de um projeto que tem como objetivo criar uma rede de vigilantes através de smartphones e computadores.

O principal elemento do plano é um aplicativo para Android, Windows Phone e iPhone chamado Agentto, que permite criar essa rede de segurança. Através dele, funcionários dos condomínios e moradores vão poder avisar uns aos outros sobre perigos eminentes no bairro.

Alerta geral

O programa será capaz de avisar, por exemplo, quando um usuário está em perigo ou quando algum suspeito está por perto. O objetivo é criar a vigilância comunitária com as informações sendo espalhadas rapidamente pela vizinhança do bairro.

Além de informações, o aplicativo permite enviar fotos de acidentes, assaltantes, ou de qualquer outra situação de risco, e também a localização exata dos lugares no “pedido de socorro”.

Até uma opção de “problema público” poderá ser ativada caso um andarilho ou pedinte esteja dentro dos limites do bairro.

O app também conta com o modo “pânico silencioso” que deve ser usado em situações muito perigosas, como um arrastão no condomínio ou sequestro. Com este modo, a tela inicial do aparelho retorna rapidamente após uma mensagem discreta ser enviada.

Projeto avançado

O projeto será implantado nos próximos 15 dias, mas já está planejado um estágio mais avançado que deverá incluir, além de moradores e porteiros, empresas de segurança, conselhos comunitários de segurança (Consegs) e até a PM. 

Cupons de desconto TecMundo: