O filtro de troca de gênero do Snapchat foi utilizado para enganar um policial norte-americano no Tinder, de acordo com a NBC Bay Area. O “golpe” teve como ator um estudante de 20 anos que se passou por uma menor de idade de 16 anos em conversa com o agente da Justiça via aplicativo. O policial foi preso e, agora, enfrenta acusações por ter entrando em contato com uma menor para cometer um crime.

Esta alegada conduta, se for verdade, não é de forma alguma um reflexo de tudo o que defendemos como departamento

Em depoimento para a Polícia de San Jose (EUA), o jovem disse que tinha como objetivo identificar potenciais pedófilos no Tinder. Por isso, usou o filtro de gênero do Snapchat para simular uma aparência feminina. O jovem tinha como modus operandi se registrar no Tinder, dizendo que tinha 19 anos, porém, ao engajar em uma conversa, revelar que teria 16 anos.

A conversa com o policial, afirma a NBC, começou no aplicativo Kik e, depois, partiu para o Snapchat. Por lá, diz a polícia de San Jose, ambos começaram a falar sobre ter relações sexuais. O policial fisgado se chama Robert Davies, 40, da Polícia de San Mateo (EUA).

Atualmente, Davies está sob licença administrativa: “Esta alegada conduta, se for verdade, não é de forma alguma um reflexo de tudo o que defendemos como departamento, e é uma afronta aos princípios de nosso departamento e de nossa profissão como um todo”, disse Susan Manheimer, chefe da polícia de San Mateo, em uma declaração.

Cupons de desconto TecMundo: