No mundo das criptomoedas, embora as transações financeiras sejam potencialmente seguras, existem algumas falhas de segurança devido, principalmente, ao status de novidade que esse mercado ainda impõe. Um dos maiores problemas relacionados às transações com criptomoedas é a lavagem de dinheiro que, por sua vez, está altamente ligado às exchanges desregulamentadas.

À medida que as criptomoedas se tornam mais populares, é necessário que as instituições tomem providências a fim de impedir fraudes. Neste sentido, a União Europeia pretende implantar, a partir janeiro de 2020, a Quinta Diretriz de Prevenção à Lavagem de Dinheiro, ou 5AMLD (The Fifth Anti-Money Laundering Directive).

Fonte: News Bitcoin

Através do 5AMLD, três regras principais entrarão em vigor, com o objetivo de desestimular o roubo de criptomoedas e a sua utilização como recurso para lavagem de dinheiro.

Estas são as três regras principais do 5AMLD:

  • As criptomoedas serão consideradas “entidades com obrigações” e deverão realizar a diligência devida ao cliente, assim como apresentar relatórios de atividades suspeitas;
  • O anonimato poderá deixar de ser concebido para os donos de criptomoedas, os quais, neste caso, terão que apresentar documentação pessoal e comprovar residência;
  • Todas as exchanges e carteiras digitais deverão ser regulamentadas e registradas junto aos órgãos financeiros de cada país.

Com a regulamentação das exchanges, os hackers não terão como converter as moedas digitais em moeda fiduciária, sendo que a perda do anonimato favorece as autoridades no rastreio de indivíduos envolvidos em transações suspeitas.

Além disso, o 5AMLD também vai dificultar a prática do “pump and dump”, que é quando grupos online se organizam para realizar uma compra em massa, de uma moeda (ou ações) de baixo valor, com o propósito de elevar sua cotação e atrair mais compradores para que o valor suba ainda mais, e, depois vendem tudo o que tinham, ficando com o lucro.

É possível que essa proposta do 5AMLD acabe fazendo alguns céticos se aproximarem das criptomoedas. Se essas regras funcionarem bem, futuramente, elas podem servir de modelo para outros países.

Cupons de desconto TecMundo: