Inquérito policial eletrônico avança para aprovação no Congresso

1 min de leitura
Imagem de: Inquérito policial eletrônico avança para aprovação no Congresso
Avatar do autor

O projeto de lei PLS 128/2018, que busca criar o inquérito policial eletrônico, foi aprovado na última quarta-feira (13) na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado Federal.

A mudança contribuirá para a eficiência do trabalho policial

A ideia é que o inquérito policial eletrônico chegue com peças assinadas e armazenadas digitalmente, de acordo com o padrão de infraestrutura de chaves públicas brasileira (ICP-Brasil), afirma o TeleSíntese.

Agora, o projeto — que tem autoria do senador Elmano Férrer (Pode-PI) — segue para análise na Câmara dos Deputados. “É muito mais barato, fácil e rápido armazenar, copiar, encontrar, pesquisar e transmitir documentos digitais. Os processos digitais ocupam muito menos espaço do que os processos físicos”, disse Férrer, que acredita que a mudança contribuirá para a eficiência do trabalho policial.

Caso o inquérito policial eletrônico seja aprovado, polícias judiciárias, Defensoria Pública, Ministério Público e o Judiciário terão prazo de um ano para aderir ao sistema.

Categorias

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Inquérito policial eletrônico avança para aprovação no Congresso