Uma pesquisa da Universidade George Washington, dos Estados Unidos, mostrou que bots russos não atuam apenas para movimentar a opinião pública no que toca campanha política, mas também estão jogando o público contra as vacinas.

De acordo com a pesquisa, isso é feito por meio das notícias falsas que são espalhadas em redes sociais. Os investigadores examiram uma amostra de 1,7 milhão de tweets entre julho de 2014 e setembro de 2017: neste tempo, além dos tweets políticos que afloraram durante a campanha eleitoral norte-americana de 2016, estavam tweets sobre os “perigos” das vacinas, nota o Fayerwayer.

A pesquisa ainda mostrou que os perfis identificados como bots twetavam 22 vezes a mais do que perfis reais que militaram contra a área da saúde e as vacinas.

Cupons de desconto TecMundo: