Golpe usa códigos de verificação por SMS para invadir e-mail de vítima

1 min de leitura
Imagem de: Golpe usa códigos de verificação por SMS para invadir e-mail de vítima
Avatar do autor

Um golpe que vem ganhando popularidade ultimamente utiliza técnicas de engenharia social e phishing para conseguir o acesso a contas de um usuário a partir do código de verificação enviado para o celular da vítima. A atividade foi percebida pela empresa de segurança Kaspersky, que publicou um texto com informações sobre como se proteger.

O esquema começa com uma pessoa enviando um SMS afirmando que era o antigo dono do celular da vítima. Muita gente pode acreditar na afirmação, já que as empresas de telefonia realmente costumam pegar números antigos que foram desativados e dá-los para clientes novos. O golpista então diz que está tentando ativar uma conta antiga, que ainda estaria associada ao número usado pela vítima. Para isso, ela só precisaria informar o código que seria enviado por SMS.

Não responda a mensagem

Como lembra a Kaspersky, a chance de que a mensagem seja mesmo de uma pessoa que perdeu o acesso à conta são mínimas. O mais provável é que esse criminoso tenha descoberto seu e-mail e número de telefone, possivelmente através de algum vazamento de informações, e está tentando invadir suas contas.

Para isso, ele precisa do código de ativação que é enviado para confirmar a sua identidade quando você esquece a senha de acesso ao e-mail. A partir desse ponto, é possível invadir praticamente qualquer outro serviço, já que a maioria deles depende apenas do e-mail para ter as senhas reiniciadas.

Por conta disso, uma das melhores formas de se proteger contra esse tipo de ataque é através da autenticação de dois fatores. Com ela ligada, será necessário aprovar todos os acessos à sua conta através do celular, o que vai proteger seus dados, mesmo no caso de um e-mail comprometido. Além disso, fique atento e nunca compartilhe esse tipo de código de verificação com ninguém, mesmo que ela peça com uma mensagem muito educada.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Golpe usa códigos de verificação por SMS para invadir e-mail de vítima