A fabricante norte-americana de drones AeroVironment está passando por águas turbulentas: segundo um processo judicial, a companhia transportou explosivos em voos comerciais. Após um funcionário chamado Mark Anderson denunciar a ação ao governo dos Estados Unidos, a empresa ainda demitiu Anderson.

De acordo com o Bloomberg, o processo indica que a companhia levou drones carregados com explosivos em um voo da Delta entre Salt Lake City e Los Angeles. O processo ainda comenta que o voo em questão, que aconteceu em 2015, estava com 230 passageiros a bordo.

Qual é a principal preocupação da empresa neste momento? 55% de sua receita vem de contratos com governo dos EUA

Após relatar para a justiça o ocorrido, a AeroVironment puniu Anderson: foi despojado de de suas responsabilidades dentro da empresa e acabou sendo demitido sem qualquer indenização. Não há qualquer indicação sobre ações realizadas sobre os funcionários que levaram a bomba em um voo comercial.

Em nota, a companhia comentou o seguinte: "A AeroVironment acredita que a reclamação contém reivindicações legais infundadas que são sem mérito. A empresa se defenderá vigorosamente, consistente com seu compromisso contínuo em conduzir seus negócios com os mais altos padrões de ética, segurança e integridade".

Qual é a principal preocupação da empresa neste momento? 55% de sua receita vem de contratos com governo dos EUA, sendo 33% do Departamento de Defesa. Um caso desses poderia complicar o negócio entre os lados.

Cupons de desconto TecMundo: