A Anonymous invadiu ontem (13) o site da Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal. Diferente de outras ações, os hackers do grupo comentaram em manifesto que não vão divulgar qualquer informação sensível obtida e, na verdade, que a ação foi pensada como protesto contra o fim da Operação Lava Jato.

"Esse não é um hack contra a instituição da Polícia Federal e nenhuma informação sensível está sendo divulgada", escreveu a Anonymous. "Mas, é um ato para mostrar que o povo está alerta com a nomeação do novo diretor da PF (Fernando Segóvia) pelo presidente Temer, nesse momento em que as investigações da operação lava-jato alcançam a cúpula do PMDB, onde além do presidente Michel Temer são alvos Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral) e os ex-deputados Geddel Vieira Lima e Henrique Alves que estão presos".

Além de tudo isso tramita no legislativo a PEC 412, e segundo a Federação de Policiais Federais, sua aprovação iria provocar um verdadeiro “desmonte” institucional

Fernando Segóvia foi nomeado na semana passada (08) pelo presidente Michel Temer para assumir o posto de diretor-geral da Polícia Federal no lugar de Leandro Daiello — a posse de Segóvia acontecerá no dia 20 de novembro. Segundo a Anonymous, a escolha realizada por Temer pode favorecer políticos parceiros em investigações atuais e futuras da Polícia Federal, principalmente a Operação Lava Jato.

"O novo diretor tem histórico de ligação com o PMDB e seria ligado ao ex-presidente José Sarney. Segóvia era visto como o nome que o PMDB queria indicar para a vaga de Daiello, e sua nomeação foi festejada por investigados e correligionários PMDBistas", comentou o grupo. "Esse é um alerta que vem desde os sucessivos cortes no orçamento da PF em 2016 e 2017 que afetaram diretamente a operação Lava Jato e outras frentes da Polícia Federal. Além de tudo isso tramita no legislativo a PEC 412, e segundo a Federação de Policiais Federais, sua aprovação iria provocar um verdadeiro “desmonte” institucional da Polícia Federal, gerando grave instabilidade e prejudicando investigações em curso. O povo está de olho e acompanhando de perto toda movimentação e interesses políticos. Se eles pensam que barrando as investigações da Polícia Federal estarão livres, vão saber do que os hackers são capazes".

Como prova da ação, a Anonymous enviou ao TecMundo via Denúncia um documento no Pastebin

  • Envie sua Denúncia para: denuncia@tecmundo.com.br 

anonymousEnviado por Anonymous

Cupons de desconto TecMundo: