"Oba, celular novo! Sou desonesto, não vou devolver!" (Fonte da imagem: iStock)

Se você perdeu o seu smartphone, saiba que, mesmo tendo uma série de recursos que indicam onde o aparelho está, dificilmente você terá o gadget de volta. Essa foi a conclusão de um estudo realizado pela Symantec, com dados coletados a partir de um teste prático.

A empresa esqueceu de propósito 50 smartphones em locais diversos dos Estados Unidos. Em cada um dos aparelhos estavam informações confidenciais abertas, como dados bancários, senhas de redes sociais e diversas fotos, dados mais do que suficientes para fazer com que qualquer pessoa conseguisse entrar em contato com o dono do aparelho.

Porém, os resultados foram desanimadores. Segundo o monitoramento, 43% das pessoas que encontraram os aparelhos tentaram acessar os dados bancários, 72% foram atrás das imagens, vasculhando a biblioteca de fotografias, e outros 60% tentaram acessar as contas de email e redes sociais apenas para bisbilhotar as informações.

Apesar de a grande maioria ter curiosidade em fuçar nos dados confidenciais, em 50% dos casos quem encontrou o aparelho tentou entrar em contato com o proprietário para devolver o smartphone. A companhia alerta que, mais importante do que localizar aparelhos perdidos, é que os consumidores tenham em mente o quanto estão expostos deixando as suas informações abertas em um celular.

E você, o que faria se encontrasse um celular perdido na rua? Tentaria encontrar o dono para devolvê-lo ou ficaria com o aparelho e, de quebra, acessaria redes sociais e dados confidenciais do verdadeiro proprietário?

Cupons de desconto TecMundo: