Pacientes com problema de retina podem voltar a enxergar

Uma pesquisa que está sendo realizada no Instituto de Pesquisa Oftalmológica da Universidade de Tubigen, na Alemanha, pode devolver à visão a centenas de pacientes com alguma espécie de doença na retina.

Trata-se de um microchip que cumpre a nobre missão de levar luz à retina danificada e transformar essa informação em sinais para o cérebro. A pesquisa é fruto de um trabalho da equipe liderada pelo cientista Eberthart Zrenner.

O microchip Retina Implant AG é capaz de transportar cerca de 1,5 mil diodos fotossensíveis quando adaptados ao olho do paciente. O chip capta a luz e os reflexos do ambiente e transforma a informação em sinais elétricos para o cérebro. O sistema funciona graças a uma bateria implantada na orelha do paciente.

A distrofia retiniana é uma doença hereditária, que também pode ser causada por envelhecimento, e provoca a diminuição lenta e progressiva da visão. Segundo dados do Centro Brasileiro de Cirurgia de Olhos pelo menos 35 mil pessoas sofrem de problemas relacionados à retina.

Durante os testes o dispositivo foi testado em 11 pessoas e 8 delas afirma ter percebido melhoras significativas na visão. O produto não tem previsão de comercialização e mais testes ainda devem ser feitos antes de sua implantação definitiva.

Cupons de desconto TecMundo: