(Fonte da imagem: Reprodução/io9)

Engenheiros biomédicos da Universidade Brown, de Rhode Island, desenvolveram um biochip que consegue detectar a presença de diversos tipos de vírus em uma pessoa. A descoberta permitirá que os socorristas possam detectar de imediato se o paciente é portador de algum vírus e, dessa forma, tomar as medidas preventivas cabíveis.

Segundo os pesquisadores, o dispositivo deve aumentar consideravelmente a maneira como os surtos ocorrem, uma vez que eles poderão ser percebidos em tempo real. Quanto menor for o tempo para se descobrir uma epidemia, menores são as chances de que ela se torne uma pandemia.

A equipe de desenvolvimento do SMART, nome do novo dispositivo, é liderada por Anubhav Tripathi. O método adotado por eles faz com que seja possível identificar um vírus a partir do RNA. A sigla SMART é um codinome para Simple Method for Amplifying RNA Targets (“método simples de amplificação de alvos RNA”).

Os chips têm menos de 2 centímetros de diâmetro e podem caber em diferentes tipos de canais, podendo detectar múltiplas cepas virais. A novidade, entretanto, ainda não tem data para ser lançada em escala comercial.

Fonte: Kurzweil

Cupons de desconto TecMundo: