(Fonte da imagem: iStock)

A Associação Paulista de Medicina anunciou nesta semana que passará a oferecer atestados médicos com certificação digital. A ideia é diminuir o número de práticas fraudulentas, como adulteração de dados ou falsificação. A novidade foi elaborada em parceria com a Veus Technology e conta com certificação da CertiSign.

Cada atestado emitido terá o custo de R$ 1 e a tecnologia estará disponível a partir do início do mês de abril. Para adquirir um atestado, o médico ou empresa deverá possuir eCPF ou eCNPJ, modelos de certificação digital cujos preços variam entre R$ 93,50 e R$ 310,25.

“No mês de novembro, uma ação da Polícia Militar de São Paulo apreendeu mais de mil atestados médicos falsos. Isso mostra o quanto as empresas e profissionais da medicina estão expostos a esse tipo de fraude”, explica Marcos Pimenta, médico assessor da APM.

Os documentos emitidos com a certificação geram um número único, o chamado “hach”, e podem ficar hospedados por tempo indeterminado em três data centers, localizados em pontos diferentes do país. “Com o número em mãos, basta acessar o site da APM e verificar a autenticidade do documento”, completa Pimenta.

Cupons de desconto TecMundo: