O ano de 2015 não foi dos melhores para a Samsung, cuja divisão de dispositivos móveis sofreu consideravelmente para manter os lucros dos anos anteriores e não atingiu as projeções internas de vendas de seu top de linha, o Galaxy S6. Agora, executivos da empresa coreana parecem acreditar que as dificuldades vão continuar em 2016, com menos demanda nos mercados de semicondutores e painéis de LCD e mais concorrência no mundo dos celulares.

Com a ascensão da Apple e a de fabricantes locais na China, o CEO da Samsung, Kwon Oh-hyun, acredita que a fabricante terá que encarar um crescimento lento durante este ano. Segundo o Daily Mail, o executivo teria confirmado em uma mensagem aos seus funcionários que as maiores perdas da companhia provavelmente virão dos negócios de chips de memória e de smartphones.

Perdas em duas frentes

As vendas de semicondutores da Samsung provavelmente sofrerão um grande impacto com a perda de clientes para a TSMC, que está competindo com a coreana na corrida de desenvolvimento dos chips FinFET de 10 nm. Rumores recentes indicam que a Apple estaria abrindo mão da tecnologia da Samsung em favor da feita pela rival para o seu SoC A10, que fará parte dos próximos iPhones.

Já com relação ao smartphones, é válido ressaltar que a coreana acabou sendo pressionada tanto pela Apple no segmento do ponta, com vendas recordes de iPhones em 2015, quanto por concorrentes como a Xiaomi e outras chinesas no mercado de entrada, que vêm ganhando espaço no já concorrido espaço dos aparelhos Android. Agora resta saber o que a Samsung fará para reverter a situação. 

Você acha que a Samsung conseguirá reverter sua maré ruim em 2016? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: