Ao que parece, a Samsung pode estar prestes a dar de cara com um problema que a Apple também costuma enfrentar de tempos em tempos: a demanda mais alta que a produção no período inicial de venda de um novo dispositivo. A especulação sobre isso vem da própria empresa sul-coreana, com o chefe de sua divisão mobile, J.K. Shin, revelando que o esquema de fabricação do Galaxy S6 Edge pode fazer com que nem todos os consumidores consigam colocar as mãos no aparelho que tem as laterais da tela curvas.

Segundo a Reuters, o executivo deixou claro que os números para a versão mais convencional de seu top de linha estão dentro do esperado e o produto será oferecido em uma boa quantidade aos consumidores. Porém, a dificuldade na produção do display único do S6 Edge rende bem menos unidades, fazendo com que a Samsung chegasse à conclusão de que terá dificuldade em abastecer o mercado adequadamente com esse modelo durante todo esse ano.

Ainda assim, Shin afirma que a empresa está trabalhando duro para solucionar qualquer empecilho para os negócios que afetem um dos dois integrantes da linha S6. De qualquer modo, esse é um tipo de “problema bom” para a Samsung, já que uma combinação de alta demanda do varejo, boas críticas antecipadas da mídia especializada e boa recepção do público significa que as perspectivas de vendas da nova família de smartphones são altas.

Isso ganha ainda mais importância quando você se lembra que o Galaxy S6 e o S6 Edge chegam para passar a borracha por cima do fracasso moderado do Galaxy S5 – que parece não ter sido recebido como um sucessor à altura do querido S4. As novas criações da divisão mobile da Samsung devem ainda ajudar a elevar os ganhos de outros setores da empresa, já que, desta vez, os sul-coreanos escolheram utilizar seu chip Exynos em todo o mundo – deixando de lado a estratégia de recorrer à Qualcomm no mercado ocidental.

O lançamento mundial do Galaxy S6 e do Galaxy S6 Edge ocorre nessa sexta-feira (10), mas essa data não inclui o Brasil na brincadeira. Os consumidores brasileiros vão ter que esperar até o dia 25 de abril para serem donos da versão 32 GB do modelo convencional ou da de 64 GB do aparelho com tela curva – deixando uma boa parte das economias no varejo para levar qualquer um deles para casa.

Cupons de desconto TecMundo: