A nova linha de intermediários premium da Samsung chegou ao mercado brasileiro e, apesar de serem um tanto caros, os novos Galaxy A deste ano já são objeto de desejo de muita gente. Antes de comprar, entretanto, a gente recomenda que você confira as nossas análises completas e compare esses novos smartphones com alguns concorrentes. Para facilitar esse processo, a gente criou essa lista com cinco pontos positivos e cinco negativos sobre o Galaxy A5 (2017).

Dessa maneira, você vai saber o que estará recebendo de melhor no A5 e também o que há de pior nele em comparação com os principais concorrentes. Nesse caso, nós selecionamos o Moto Z Play, da Lenovo, e o ASUS Zenfone 3.

Pró 1: design

Não tem como negar que o novo Galaxy A5 é bonito. Essa linguagem de design que a Samsung vem seguindo e aprimorando ainda está rendendo bons frutos, e o celular em questão ficou bem atraente com todas essas curvas. Ele é bem mais bonito que o Moto Z Play, por exemplo, e também consegue superar o Zenfone 3 nesse quesito. Dos três, o A5 é o que tem melhor acabamento e qualidade de construção em minha opinião.

Pró 2: à prova d’água

Diferente da versão passada, o A5 deste ano tem certificação IP68, que o torna à prova d’água e poeira. Esse recurso não é comum nos aparelhos dessa categoria, tanto é que o Zenfone 3 não tem e o Moto Z Play conta só com resistência a respingos.

Pró 3: gaveta tripla

Todos os Galaxy A dos anos anteriores tinham versões dual-chip, mas isso não queria dizer que era possível usar dois números no celular o tempo todo. Se você quisesse usar um cartão de memória, era necessário tirar um dos chips por causa da famigerada gaveta compartilhada. Neste ano, o A5 tem espaços dedicados para os três elementos serem usados simultaneamente. O Moto Z Play também é assim, mas o Zenfone 3 ainda está no velho padrão compartilhado.

Pró 4: evolução

A meu ver, o A5 de 2017 é bem melhor que o A5 de 2016. Houve uma boa evolução, especialmente em design e desempenho. O celular deste ano é mais bonito, é à prova d’água e tem uma carcaça de melhor qualidade. A navegação na web também ficou mais rápida, e o software roda com muito mais fluidez do que antes. Fora isso, a interface da Samsung melhorou muito de um ano para o outro.

Pró 5: Bateria

Este novo celular da Samsung é um verdadeiro campeão de bateria. Ele bateu a marca das 14 horas de execução de vídeo contínua no nosso teste, mais do que o Zenfone 3 e também que o Moto Z Play nas mesmas condições. Além do mais, a bateria do A5 carrega bem rápido com o carregador original, que é USB-C com “Adaptive Fast Charging”.

Contra 1: leitor de digitais

Agora, vamos ao que não me agradou no celular da Samsung. Comparado com os concorrentes da Motorola e da ASUS, o leitor de digitais do A5 é bem mais lento e, muitas vezes, acaba mostrando imprecisão.

Contra 2: desempenho

O A5 não é um celular lento e ruim, mas ele não conseguiu vencer os adversários nos testes de benchmarks, mesmo tendo sido lançado um bom tempo depois deles. Por isso, se você se preocupa em ter o celular que se sai melhor nos testes sintéticos, o A5 pode não ser a melhor escolha.

Contra 3: muitos apps extras

A Samsung melhorou muito a sua interface, e eu comentei na análise completa do celular que a fabricante finalmente começou a oferecer uma experiência digna para os consumidores com o lançamento do A5. O problema é que temos muitos apps extras pré-instalados aqui. São quase 15 itens que não precisariam vir no sistema. O Zenfone 3 também segue essa linha nefasta, mas o Moto Z Play é um dos mais “limpos” do mercado nesse quesito.

Contra 4: preço alto

O Galaxy A5 de 2017 foi lançado com o preço oficial de R$ 2.099. Isso está bem acima do valor de lançamento do Zenfone 3 e é praticamente igual ao preço que a Motorola cobrava pelo Moto Z Play há alguns meses. Acontece que os dois concorrentes já estão mais baratos e pode demorar até que o A5 chegue ao mesmo patamar. Por isso, até ele ficar mais em conta, o preço vai ser um ponto negativo.

Contra 5: Android defasado

A Google começou a distribuir o Android Nougat 7.0 em agosto do ano passado e, seis meses depois disso, a Samsung ainda está lançando smartphones com a versão antiga do sistema operacional, a 6.0. A empresa já confirmou que vai fazer a atualização, mas isso ainda pode demorar um bocado. Em contrapartida, Z Play já tem o Nougat faz um tempo. A ASUS chegou a começar a atualizar o Zenfone 3 no começo de janeiro, mas interrompeu o processo uma semana depois.

***

Vale destacar que isso não é uma análise do Galaxy A5 (2017), mas sim uma simples lista de prós e contras. Você pode conferir o nosso conteúdo completo sobre o celular da Samsung aqui.