Pesquisadores da Universidade de Osaka, Japão, estão recriando um guepardo em forma de robô para compreender como o animal consegue ser o mais rápido do planeta, alcançando velocidades superiores a 100 km/h. Chamado de Pneupard, ele conta com músculos artificiais e já teve a sua parte traseira fabricada — e você pode conferir os primeiros passos dela no vídeo acima.

Os responsáveis pelo projeto são os pesquisadores Shogo Nakatsu e o brasileiro André Rosendo, ambos sob a supervisão dos professores Kenichi Narioka e Koh Hosoda. A musculatura artificial é composta de tubos de borracha revestidos de nylon, que se contraem de forma bastante semelhante a músculos reais quando preenchidos com ar.

Segundo Rosendo, cada um dos dois membros posteriores já construídos possui oito músculos, e os membros posteriores serão construídos com seis músculos cada. “A espinha também terá músculos, realizando flexão e extensão”, afirma o pesquisador brasileiro.

Cupons de desconto TecMundo: