Facebook amplia ferramentas de monetização para criadores

1 min de leitura
Imagem de: Facebook amplia ferramentas de monetização para criadores
Avatar do autor

Com o objetivo de atrair e fidelizar mais produtores de conteúdo, o Facebook passou a disponibilizar diversos recursos que permitem a monetização de conteúdo e a gestão desses ganhos. São diversos recursos como a possibilidade de colocar anúncios nos conteúdos e a inclusão de mais grupos pagos. O objetivo dessas ações é aumentar as possibilidades de os criadores de conteúdos ganharem mais dinheiro com a plataforma.

O Facebook anunciou que está entrando de vez monetização de vídeos. Além das opções que foram citadas, ainda há outros recursos como a monetização de Fans Subscriptions, em que os fãs compram uma assinatura por US$ 4,99 e têm acesso a conteúdos exclusivos e um selo de fã. Porém, é preciso ficar atento ao contrato desse recurso, já que, a partir de 2020, a plataforma cobrará uma taxa de 30% sobre cada assinatura.

(Fonte: Facebook/Reprodução)

No início do ano, a plataforma já havia anunciado o recurso de inclusão de anúncios estilo intervalo comercial, nos quais é possível colocar publicidade no início ou no meio dos vídeos, além de banners logo abaixo da publicação.

E vem mais por aí: novos testes estão em andamento, como um recurso de dicas e o Stars, onde o usuário compra um pacote de estrelas por US$ 1,40 e pode ganhar dicas diretas dos criadores. Essa espécie de moeda, que já está disponível para vídeos de jogos, está sendo testada para outros tipos de vídeos. Também estão em testes grupos pagos fechados, em que fãs poderão ter contato direto e exclusivo com os criadores.

E para gerenciar tudo isso, a plataforma tem buscado melhorar o back-end como novos recursos de controle e métricas do dinheiro gerado nessas monetizações. O Creator Studio é a área onde esta gestão acontece e já traz diversas possibilidade de dados para medir os conteúdos de mais ou menos sucesso, em uma visão geral dos conteúdos monetizados no Facebook, Instagram e IGTV.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Facebook amplia ferramentas de monetização para criadores