Sabemos que bastante gente tem usado de métodos desonestos para se parecer com uma figura popular, querida e que interage com frequência em redes sociais — especialmente no Instagram. A razão por essa postura, é, claro, aumentar a base de seguidores e se passar por uma pessoa com poder de induzir a certos tipos de opiniões. Mas como identificar os perfis falsos de influenciadores na plataforma?

O The Next Web montou uma uma lista fácil de seguir e observar e que pode tirar a prova sem muita dificuldade. Confira abaixo:

1. Avalie a taxa de engajamento

Um dos primeiros testes que você pode fazer para sacar se aquele é um perfil verdadeiro é o do engajamento, que significa a relação entre o número de seguidores e as curtidas e os comentários. A média desse índice em 2017 ficou em torno de 2,7%, então, qualquer coisa acima disso já pode ser considerado bastante razoável.

É claro que ninguém aqui precisa ser um social media profissional para ficar fazendo cálculos e avaliando métricas, então basta prestar um pouco de atenção em alguns pequenos detalhes. Se alguém que tem milhares de seguidores exibe um número muito baixo de likes, pode ser que tenha algum problema por ali — como bots, comprados em algum site.

Outra dica poderosa é dar uma olhadinha nos nomes de quem está interagindo. Se há muitas contas com números em variações da mesma palavra (a exemplo de mamachka10874) ou muita gente sem foto, as chances de existir fakes por perto é grande.

2. Confira se a comunidade é ativa

Uma das maneiras de avaliar a veracidade de uma conta de um influenciador é observar como se comporta sua comunidade. Se há interações que não passam de duas palavras (ou apenas de “obrigado”), comentários cheios de spam e emojis obscuros, pode desconfiar.

O exemplo abaixo mostra como é fácil identificar um perfil verdadeiro:

instagram

Note que as pessoas parecem reais, com palavras que não soam genéricas e até mesmo abordam derivações de contexto. É claro que em um ambiente com tanta gente junto fica impossível evitar bots ou mensagens de spam, mas preste atenção na incidência que isso ocorre, porque o conteúdo genuíno registra uma comunicação muito menos robótica.

3. Tenha a certeza de que o número de seguidores está crescendo

Fique de olho no número de seguidores. De repente, do dia para a noite, o crescimento foi estratosférico ou a queda foi brutal? Pode ser que o perfil falso tenha recebido os bots que havia comprado ou que o Instagram tenha feito uma limpeza na plataforma.

Desde que a rede social parou de mostrar o conteúdo cronologicamente, ficou difícil crescer assim tão rápido de forma orgânica. De maneira geral, isso acontece de maneira regular e consistente. E, lembre-se: 5 mil seguidores engajados valem muito mais que 500 mil robôs digitais.

4. Não tenha medo de usar o Google

Basta colocar o nome dos figuras no Google para saber a extensão da verdade ou do “poder” da pessoa que está chamando tanta atenção no Instagram. Essa pessoa está presente em outras redes ou canais de comunicação?

Isso serve não somente para desbancar contas fake como também para você avaliar se o influenciador realmente possui essa relevância toda — o que é especialmente útil no caso de você ser alguém interessado realizar algum trabalho conjunto ou contratar publicidade atrelada ao perfil em questão.

5. Cuidado com quem você está dando tanta atenção

Essa dica serve tanto para quem está apenas seguindo quanto para quem pretende contratar um influenciador. Digite as hashtags #spon, #sponsored ou #ad no feed em questão e observe os produtos e marcas que essas pessoas apoiaram.

instagram

Um bom influencer saber selecionar com mais critério os projetos que está envolvido. Disparidades muito grandes em relação ao conteúdo e ao que ele está anunciando pode, no médio e longo prazo, ser prejudicial, tanto para os profissionais quanto para o público envolvido.

6. Converse com quem está do outro lado

E aqui, para encerrar, mais uma sugestão que pode servir tanto para seguidores quanto para quem quer contratar influenciadores. Perguntar não machuca e não custa nada, então, abordar diretamente — e com respeito, claro — pode ser uma boa para saber como anda o conteúdo da plataforma, em que a pessoa se baseia nas postagens e como tem sido o feedback em geral.

Um bom influencer sabe responder rapidamente e de forma resumida a essas e outras questões relacionadas à sua base de seguidores, alcance e conversão de campanhas.