Mesmo usando o mais avançado que existe na área de vozes sintéticas, a assistente pessoal Siri e a tradutora do Google são facilmente reconhecidas como artificiais. Mas erra quem pensa que essa é uma tecnologia nova: desde 1930, o ser humano busca transformar os sons produzidos pelas nossas cordas vocais em sinais elétricos.

Mas foi só a partir da década de 1960, com a era do computadores começando, que foi possível criar as primeiras máquinas capazes de transformar palavras digitadas em sons articulados. O vídeo acima, que mostra uma animação de como seria um sistema text-to-speech, é um dos primeiros exemplos do caso.

Apresentado em conferências no Japão e no MIT, o programa é de autoria de Cecil Coker, um dos pioneiros no ramo – portanto, não espere ouvir nada compreensível além de sons esquisitos, já que não há uma transcrição do que a máquina está falando.

Fonte: AT&T

Cupons de desconto TecMundo: