Já faz algum tempo que vemos um grande debate entre os membros da indústria no que diz respeito à realidade virtual. Enquanto alguns apostam no sucesso dos óculos que possuem esse fim, outros não se mostram tão otimistas nesse sentido – e é no segundo grupo que podemos encaixar Neil Young. 

Veterano da indústria que foi um dos executivos da Electronic Arts e atualmente trabalha com games para celular na N3twork, Young acredita que os óculos de realidade virtual podem até se tornar itens populares, mas não no período “de três a cinco” anos. 

“Acho que [um colapso nesse mercado] é o maior risco, e potencialmente o mais provável de acontecer. No momento, realidade virtual e realidade aumentada são as novas queridinhas. Você deve amar isso se é um desenvolvedor que está frustrado com a forma com que se deu a evolução dos consoles, porque aqui há uma chance de começar a construir coisas novas e excitantes”, disse Young ao site MCV. 

Barreiras sociais 

No mesmo bate-papo, Young ainda mencionou que a realidade virtual deve encontrar alguns obstáculos no caminho, e que as barreiras criadas em torno dessa tecnologia é um problema com qual os desenvolvedores precisam lidar. 

“As barreiras para entrar, o custo, os problemas médicos... Todas essas coisas criaram esse enigma com o qual a indústria da realidade virtual deve lidar. Posso imaginar a realidade virtual indo na mesma direção onde o OnLive e o Gaikai estavam quando eram considerados um futuro no qual não seriam necessários consoles. Não foi bem isso que vimos, mas acho que, pelo arco de cinco a dez anos, a realidade virtual vai se tornar algo importante na indústria dos jogos”, continuou o funcionário da N3twork.

Você acredita no sucesso da realidade virtual? Comente no Fórum do Baixaki Jogos

Via BaixakiJogos.

Cupons de desconto TecMundo: