Nesta quinta-feira (14), o Dr. Shafi Ahmed realizou a primeira grande cirurgia transmitida em streaming para aparelhos de realidade virtual. O procedimento foi a remoção de tecido canceroso da bexiga de um paciente, algo considerado rotineiro e que já foi feito pelo profissional muitas vezes antes — embora nenhuma delas pudesse ser acompanhada por todo o planeta.

A operação, que ocorreu no Royal London Hospital, é a primeira do tipo a contar com o streaming em 360 graus. Além de saciar a atenção de curiosos, a ação deve ajudar que estudantes de medicina, cirurgiões e outros profissionais da saúde descubram mais detalhes sobre o procedimento de forma detalhada.

Ahmed acredita que atitudes do tipo podem contribuir para tornar mais igualitário o tratamento de saúde oferecido a diferentes pacientes. Segundo ele, os custos envolvidos em obter uma conexão de internet e um dispositivo de realidade virtual são muito mais baixos do que enviar uma pessoa ao exterior para ela receber treinamento especializado. “É bastante eficiente do ponto de vista do custo”, afirmou ele ao The Guardian.

Transmissão pela internet

Para acompanhar o procedimento, transmitido através do site Medical Realities (que enfrenta alguns problemas de acesso no momento atual), bastava possuir uma conexão com a internet e os óculos Google Cardboard. O procedimento também pôde ser acompanhado normalmente pelo desktop, mas o controle de câmera devia ser feito manualmente, e não por movimentos da cabeça.

Também transmitida através do app “VR in OR”, a cirurgia foi gravada usando duas câmeras de 360 graus e uma série de lentes espalhadas pela sala. Ahmed afirma que as técnicas usadas se diferem dos vídeos de operação tradicionais ao oferecer elementos mais imersivos, como sons que ajudam a trazer uma camada educacional mais aprofundada.

Você acredita que a realidade virtual é o futuro do ensino? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: