O sucesso do PS4 permitiu que a Sony tomasse uma posição de liderança no mercado – muito acirrado, diga-se, pois o Xbox One está alcançando o rival –, e isso se reflete nos pronunciamentos que os executivos da empresa costumam fazer. Kaz Hirai, presidente da companhia, não poupou elogios em seu discurso na CES 2015, a maior feira de eletrônicos do mundo que está rolando em Las Vegas, nos EUA, em que nossa equipe está presente para a cobertura completa.

Em suas ousadas palavras, Hirai não deixou de celebrar o PS4, ainda que o evento seja focado em eletrônicos consumíveis, como TV, mercado mobile e outros dispositivos. “Primeiramente, o sucesso do PlayStation 4 ajudou a disseminar a marca PlayStation pelo mundo. As plataformas PS4 têm oferecido mais jogos imersivos do que nunca e permitem que os fãs aproveitem uma ampla variedade de conteúdo, assim como títulos blockbuster aclamados, além de ótimos serviços de rede, incluindo experiências conectadas socialmente”, disse. É, mas bem que a PSN ficou problemática nas últimas semanas, não é, senhor Hirai?

O chefão ressaltou as vendas do PS4, falou sobre a “adoção” da plataforma e sobre o sucesso da Plus. “O PlayStation 4 alcançou 18,5 milhões de unidades vendidas desde o lançamento. Estou gostando desses números!  Acho que isso está excedendo a taxa de adoção da plataforma. A PlayStation Plus continua a crescer, oferecendo um serviço de assinatura com muito conteúdo que hoje alcançou 10,9 milhões de assinantes. Os serviços de rede incluem música, vídeo e iniciativas como o PlayStation Now, que deve cobrir várias plataformas da marca”, resumiu.

Experiência de entretenimento “sem precedentes” e o “melhor sistema para jogar”

Por fim, Hirai não deixou de endossar o recém-anunciado PlayStation Vue, que trará TV ao PS3 e PS4. “Oferecemos plataformas com experiências de entretenimento sem precedentes. É o melhor sistema para jogar [o PS4]. Temos parceiros em third-parties, incluindo um brilhante grupo de desenvolvedores independentes, e vamos continuar levando o selo ‘uau’ a nossos devotos consumidores”, concluiu o executivo.

Bem, é claro que o chefão vendeu seu peixe, e cabe lembrar aqui que o Xbox One está crescendo absurdamente – Wii U também –, portanto, a concorrência não só é necessária como também bem-vinda. Vamos ver o que nos aguarda no futuro.

Cupons de desconto TecMundo: