Empresa não tem previsão para incluir IMAP no serviço. (Fonte da imagem: Reprodução/Outlook.com)

A equipe da Microsoft que cuida do desenvolvimento do Outlook.com conversou com o pessoal do Gizmodo e esclareceu alguns pontos sobre o novo serviço de emails da empresa. Entretanto, duas questões prevaleceram na discussão, e o papo ficou focado basicamente na falta do protocolo IMAP no serviço e, consequentemente, no suporte “fraco” para clientes de emails no Mac OS X.

Essas questões são entrelaçadas e a Microsoft tem uma explicação bastante plausível para elas. Segundo a equipe do Outlook.com, o IMAP (Internet Message Access Protocol) é um componente ultrapassado se comparado com o Exchange ActiveSync (EAS), o qual está sendo utilizado pelo novo serviço da gigante de Redmond.

A situação é polêmica pelo fato de esse novo protocolo ainda não ser tão difundido fora dos sistemas operacionais móveis, como o Windows Phone, Android e até iOS. Isso faz com que quem não possui uma máquina com Windows ainda não possa se beneficiar das facilidades oferecidas pelo EAS nos clientes de email para desktops e notebooks.

Sendo assim, a Microsoft admitiu que o suporte para clientes de email no Mac não é bom, mas a equipe está trabalhando para resolver o problema. Além disso, a empresa revelou também que disponibilizar o IMAP no Outlook.com não é uma prioridade por se tratar de um “retrocesso”. Contudo, espera-se que, em algum tempo, usuários do serviço possam utilizar o protocolo ultrapassado para sincronizar os seus emails.

Diferenças entre IMAP, POP e EAS

A empresa de Steve Ballmer preferiu aderir ao EAS e deixou quem dependia do IMAP “chupando o dedo”. Na verdade, os três protocolos servem para a mesma coisa, grosso modo, mas fazem tudo de forma diferente.

O POP permite que você envie todas as suas mensagens para outros servidores. Enquanto isso, você pode deixar uma cópia no servidor de origem ou não. Sendo assim, o protocolo funciona basicamente como encaminhamento de emails.

O IMAP já é mais completo e não apenas envia as suas mensagens e conversas para outros servidores como também sincroniza todos os seus dispositivos. Dessa forma, quando você lê um email em um dos seus clientes, no smartphone, PC ou Mac, todos os servidores recebem um comando para marcar o item como lido.  

Já o EAS realiza tudo o que o IMAP é capaz de fazer e ainda consegue sincronizar contatos, agendas, notas e outras funções. Desse modo, a escolha da Microsoft se mostra lógica, porém não há motivos para simplesmente deixar o IMAP de lado quando o POP está presente no Outlook.

Fonte: Gizmodo

Cupons de desconto TecMundo: