O Oculus Rift acaba de ganhar uma nova utilidade, ao menos para os usuários japoneses. Nesta semana, durante um evento para desenvolvedores realizado no Japão, a empresa Tokyo Oculus Jam apresentou um dispositivo que une um vibrador aos estímulos visuais proporcionados pelo Oculus Rift.

O resultado é o curioso VR Tenga, um dispositivo voltado para quem deseja ter prazer de forma solitária. Inicialmente, parece haver duas formas de uso. Na primeira delas, mostrada em um vídeo que foi removido do YouTube, o jogador acopla na cintura um dispositivo e, fazendo movimentos com o quadril, simula penetração em um sensor.

No Oculus Rift, imagens estimulantes aparecem, provocando uma sensação de imersão. Já no vídeo acima, outra utilidade do produto é exemplificada. Deitado, o jogador assiste a imagens relacionadas ao que seria uma situação de masturbação, enquanto o dispositivo se encarrega de fazer o resto.

As novidades apresentadas do evento ainda têm caráter experimental e não há previsão de lançamento comercial no mercado. O vídeo removido pode ser conferido neste link, mas é preciso ter mais de 18 anos para assistí-lo.