(Fonte da imagem: Reprodução/DSOGaming)

A NVIDIA também esteve presente na E3 2013, evento no qual a companhia exibiu todos os seus principais produtos, incluindo o Shield e a sua nova linha de placas de vídeo.

A empresa também não deixou de comentar sobre como o mercado de games para PC cresce a passos largos, dando exemplos de como criar jogos para computador pode ser, inclusive, mais lucrativo para os desenvolvedores.

De acordo com os slides apresentados pela NVIDIA durante a apresentação, 48% dos desenvolvedores estão no PC, enquanto apenas 13% deles estão criando games para o Xbox 360 e para o PlayStation 3.

A empresa contou ainda que o mercado de games para PC está longe de terminar — e não é só isso. Segundo a companhia, os lucros do segmento devem alcançar US$ 20 bilhões (cerca de R$ 42 bilhões) até 2015.

Somente para se ter uma base de comparação: o lucro do mercado de games para PC em 2005 fechou na casa dos US$ 7 bilhões (cerca de R$ 15 bilhões), o que demonstra um crescimento de quase 300% em apenas uma década.

Mais desempenho que nos consoles

Para completar, a NVIDIA mostrou um gráfico em que compara o desempenho (em números absolutos) da GeForce GTX Titan com o do PlayStation 4. De acordo com os dados, a Titan possui cerca de duas vezes e meia mais poder que a GPU presente no novo console da Sony.

(Fonte da imagem: Reprodução/DSOGaming)

É claro que os desenvolvedores podem aproveitar mais o desempenho dos consoles por se tratarem de plataformas fechadas, porém isso serve para mostrar que a tecnologia presente nos PCs atuais (e que está em constante evolução) é mais do que suficiente para garantir o desempenho nos games da próxima geração.

Cupons de desconto TecMundo: