Toda vez que um artigo ou até mesmo programa cita a Apple, é comum ler comentários como "A Apple é muito cara!" ou ainda "Tem que economizar muito para ter um desses". iPods, iPhones e Macs começaram a conquistar o consumidor brasileiro, embora o preço ainda seja uma barreira. Mas será mesmo que a Apple no Brasil é cara?

Comprar eletrônicos no país do carnaval não é fácil. Os altos impostos tornam os produtos praticamente incomparáveis e quem deseja renovar o arsenal tecnológico tem duas alternativas: recorrer ao exterior ou liberar o cartão de crédito e se deixar levar pelos preços altos. Mas e a Apple? A empresa segue o padrão de preços de outras marcas ou consegue se superar e tabelar preços ainda mais abusivos?



Recentemente, o blog CMYPlay montou um infográfico em que são analizados analisados os preços de um MacBook Pro 13 (2.26GHz) em vários países do mundo (veja a imagem abaixo). O resultado não impressiona: o lugar mais caro do mundo para se comprar um MacBook é o Brasil! Enquanto nos Estados Unidos o produto custa US$1.199, nas terras tupiniquins o mesmo MacBook não sai por menos de US$2068.39. Um tanto quanto revoltante, não?

Clique para obter uma imagem maior

A taxa Apple

Muito se fala sobre os preços dos Macs que, se comparados a PCs com configuração de hardware semelhante, são visivelmente altos. A esta diferença no preço foi dado o nome de "Taxa Apple". Este seria o valor pago pelo hype do produto e pela qualidade garantida que a Apple oferece. Você paga a mais por um computador Apple, pois seu sistema operacional é robusto e avançado, o hardware traz um design excelente e a vida ao lado de um Mac é muito mais fácil: mas tudo isso vale o preço extra?

O encargo Apple foi mostrado pelo pessoal da Microsoft, que garante PCs com um hardware parecido e muito mais em conta. Mas isso é somente a título de curiosidade, afinal, discutir preços entre PCs e Macs é fugir da principal questão: a Apple no Brasil é realmente mais cara?

Só o pomar?

Ninguém sabe ao certo, mas, ao que tudo indica, o grande causador dos altos preços Apple é o imposto que deve ser pago ao governo brasileiro. O Baixaki escolheu dois notebooks de outras marcas  importantes e resolveu comparar o preço norte norte-americano e o brasileiro. E aí, será que o alto preço valor é exclusividade da maçã?

Sony Vaio

Sony Vaio

 

DELL

DELL

O Mac e toda a família

Aparentemente, não é só o Mac que leva a fama de caro aqui no Brasil. Durante muitos anos, o país foi eleito o lugar mais caro do mundo para se comprar um iPod. Felizmente, durante a última pesquisa, fomos ultrapassados pelos hermanos argentinos, que hoje vendem um iPod a US$353.20.

iPod nano 8GB

Mas a felicidade é pouca, visto que a segunda posição fica por nossa conta, vendendo iPods a amargos US$271.54. O parâmetro da pesquisa foi o iPod Nano de 8GB e o país mais barato para se comprar o gadget é a Austrália, onde o produto sai por US$131.95.

Comparar preços de eletrônicos aqui e nos Estados Unidos é pedir para se irritar. Afinal, não tem há um produto que não chegue aqui ao Brasil com um preço abusivo. A Apple no Brasil país é cara?

Sim, como disse o website Gizmodo: "O Brasil ganha: o preço de um MacBook Pro de 17² lá compra dois modelos idênticos nos EUA. O mesmo acontece com os outros produtos Apple. Então, se você não consegue viver sem a Apple, é melhor se mudar pra outro país."

 

...

É ultrajante ter de pagar um preço tão alto por um iPod, Mac ou iPhone. Contudo, não adianta espernear: é quase impossível mudar esta política de preços. O Brasil tem praias, caipirinhas, garotas bonitas e o MacBook mais caro do mundo. Então, quando você viajar para outro país, não se esqueça de aproveitar e renovar a sua frota de eletrônicos. O bolso agradece!