A Nintendo está numa boa fase. Depois de uns perrengues, a companhia deu a volta por cima e tem recebido muitos elogios. Tal situação, contudo, não indica que ela está satisfeita e vai continuar com seu Wii U por muito tempo.

Não é de hoje que ouvimos boatos sobre um novo console da companhia, e novos detalhes dão conta de que o aparelho está mais próximo do que imaginamos. Segundo a informação que Miyamoto deu a ABC News, a empresa está com muitas ideias para o novo produto (sim, ele já está em desenvolvimento, mas não há detalhes sobre o atual estado da coisa).

E mais: de acordo com o site ExtremeTech, a unidade de processamento do próximo aparelho da Nintendo deve ser produzida pela AMD. Tal qual PlayStation 4 e Xbox One, o console terá um processador com arquitetura x86 (provavelmente com núcleos Puma) e virá com chip AMD Radeon (com a nova arquitetura GCN).

Ao menos é o que o site concluiu após uma entrevista da fabricante de processadores, em que Devinder Kumar, diretor financeiro da AMD, disse que a empresa tem dois novos designs “vencedores” (o que pode indicar tanto um sucesso em termos de tecnologia quanto um contrato firmado com alguma empresa).

Kumar ainda disse que um projeto é baseado na arquitetura x86 e outro na ARM, sendo que pelo menos um vai além da jogatina, comentando que, tão logo os clientes (empresas que contrataram os serviços da AMD) anunciem seus aparelhos, as pessoas vão descobrir que é uma APU da AMD que está equipando tais produtos.

Juntando essa informação com a da Nintendo, logo percebemos que estamos falando da mesma coisa, já que há somente três grandes empresas no ramo de video games — e duas delas não pretendem lançar um aparelho tão cedo.

Algumas considerações

Primeiro, é importante colocar aqui que esta não é a primeira vez que a Nintendo trabalha em parceria com a AMD. Aliás, essas duas já vêm conversando há muito tempo e o próprio Wii U traz uma GPU que foi construída com a dona da marca Radeon (o Wii e o GameCube também já tinha chips da AMD).

Segundo, se a Big N realmente optar por uma APU AMD em seu novo console (que ainda não tem nome), esta será a primeira vez que veremos todos os video games com arquiteturas idênticas — e também a primeira em que a Nintendo não optará por um processador bizarro.

Entretanto, é válido colocar aqui que talvez o novo console do Mario (sim, Miyamoto já deixou claro que quer o encanador em na próxima geração) venha equipado com um chip ARM, já que a empresa tem um histórico de escolhas duvidosas. Qual seu palpite? Será que teremos um dispositivo mais robusto que os produtos da Sony e Microsoft?

Cupons de desconto TecMundo: