Depois de dirigir sucessos como “Seven”, “Clube da Luta” e “A Rede Social”, David Fincher está de volta com uma novidade: “House of Cards”, série que será transmitida exclusivamente para os assinantes do serviço de streaming de vídeos Netflix. O Minha Série teve a oportunidade de assistir aos dois primeiros episódios da produção e pode garantir que a trama prenderá a atenção de muita gente.

Remake de uma série da BBC, dos anos 90, a nova versão de “House of Cards” tem como protagonista Frank Underwood, político que lidera a bancada majoritária da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos. Interpretado por Kevin Spacey (“Beleza Americana” e “Superman — O Retorno”), Underwood se vê decepcionado quando descobre que não será o Secretário do Estado da nova gestão, cargo prometido para ele, anteriormente, pelo presidente recém-eleito no país.

"House of Cards" estreia no primeiro dia de fevereiro para assinantes Netflix (Fonte da imagem: Divulgação/Netflix)

Em vez de aceitar a derrota, Frank decide usar o conhecimento que tem sobre os bastidores políticos do país para orquestrar uma espécie de vingança repleta de intrigas e jogos de poder. A série possui uma abordagem moderna, com o protagonista interrompendo algumas cenas para falar diretamente com o telespectador, usando sempre um humor sutil e bastante ácido.

“House of Cards” chega para os assinantes no primeiro dia de fevereiro e, diferentemente da televisão, que libera os episódios aos poucos, a Netflix disponibilizará os 13 episódios da primeira temporada de uma única vez. No total, foram encomendados 26 episódios da produção, o que garante pelo menos mais uma temporada aos fãs.

Cupons de desconto TecMundo: