(Fonte da imagem: Reprodução/Eu, Android)

Finalmente a Motorola venceu uma disputa judicial na Alemanha contra a Microsoft. Depois de três derrotas, a companhia recém-adquirida pela Google saiu vitoriosa em um caso de patentes em um tribunal do país nesta sexta-feira (05).

De acordo com informações da agência de notícias Reuters, o tribunal regional de Mannheim decidiu que a Motorola Mobility não violou uma patente que permite que os aplicativos trabalhem em diferentes dispositivos sem ter que escrever o código separado para cada produto.

Alemanha, o país preferido

Esse caso foi o último de uma onda recente de processos de patentes feitos por empresas de tecnologia que estão brigando por participação no mercado. A Alemanha tornou-se um campo de batalha importante na guerra global de patentes entre fabricantes de dispositivos móveis porque as ações judiciais do país são mais baratas e mais rápidas do que em outras jurisdições.

Devido às derrotas sofridas anteriormente para a Microsoft, a Motorola está proibida de comercializar produtos com as tecnologias disputadas no mercado alemão. Segundo David Howard, conselheiro associado da Microsoft, a decisão de hoje não tem impacto nessas liminares já aplicadas contra os produtos da Motorola na Alemanha.

Batalha de patentes

Curiosamente, a Google comprou a Motorola Mobility justamente para usar suas patentes, de forma a afastar os problemas judiciais de sua plataforma móvel (o Android). Outras empresas de tecnologia também têm investido bilhões de dólares na compra de patentes para serem usadas contra rivais.

O resultado dessas ações todo mundo já conhece: uma das maiores guerras de patentes de todos os tempos envolvendo diversas empresas de tecnologia. O saldo disso é catastrófico, tanto para as empresas, que são forçadas a reinventar a roda (quando poderiam aproveitar recursos já existentes), quanto para os consumidores, que perdem em variedade.

Fonte: Reuters

Cupons de desconto TecMundo: