(Fonte da imagem: Reprodução/Sarah Tew/CNET)

Há algum tempo, a Google adquiriu a Motorola. Isso gerou mudanças para a Google, mas a negociação não teve muito impacto na linha de produção da fabricante de smartphones. Segundo a declaração de Rick Osterloh, vice-presidente sênior de gerenciamento de produto, a Motorola é tratada apenas como mais uma fabricante e não tem privilégios.

Além disso, o representante da Motorola disse que não há certeza de que ela seja escolhida para fabricar o próximo Nexus. “Nós seremos uma das empresas consideradas na próxima vez que a Google for trabalhar em seu telefone Nexus, mas não receberemos tratamento especial”, complementa Rick Osterloch.

(Fonte da imagem: Divulgação/Verizon Wireless)

Apesar de parecer um pouco esquisito, há uma explicação plausível para tal atitude. “É muito importante para a companhia (Google) que o Android continue sendo um campo de trabalho aberto”, disse Osterloh em entrevista ao CNET.

É importante salientar que a relação entre as duas empresas não é nula e deve gerar frutos aos poucos. O vice-presidente da Motorola enfatizou que a companhia vai se aproximar cada vez mais da versão-padrão do Android, ou seja, alguns recursos podem ser abandonados para deixar o software mais puro.

Fonte: CNET

Cupons de desconto TecMundo: