Apple Express Transit chega a Londres; sem previsão para o Brasil

1 min de leitura
Imagem de: Apple Express Transit chega a Londres; sem previsão para o Brasil
Avatar do autor

O modo Express do Apple Pay para transportes públicos chegou a Londres. Agora, para pagar as passagens, não será mais preciso validar a operação usando os dados biométricos do usuário via Face ID ou Touch ID. A novidade vale para todo o sistema de transportes londrino: ônibus, bondes e metrô. Para pagar, basta aproximar o iPhone ou o Apple Watch no leitor de cartões.

A adoção do modo Express Transit permite que a compra das passagens seja mais rápida; basta escolher um cartão de crédito (ou de transporte público) no qual o valor correspondente será descontado. É possível ainda desativar o modo Express e voltar a pagar com o dispositivo de maneira tradicional, ou seja, usando Face ID ou Touch ID.

Com o novo sistema, não é preciso mais autenticar a compra de passagens usando dados biométricos do usuário. (Fonte: Pocket-lint/Reprodução)

A novidade estará disponível para iPhones SE, 6S e modelos superiores, assim como para os smartwatches da marca. Mesmo que o dispositivo fique sem bateria, ainda será possível usar o recurso na rede de transportes londrina por até cinco horas (a facilidade, porém, está disponível somente para usuários dos iPhones XS, XR ou modelo superior).

Sem previsão para o Brasil

Não há previsão de quando o Apple Express Transit vai estar disponível no Brasil. Ele já foi implantado, além de Londres, em Pequim e Xangai (China); Japão; Nova York (apenas em estações selecionadas) e Portland (EUA). No Brasil, Rio de Janeiro e São Paulo têm suporte somente para o Apple Pay e, mesmo assim, só em alguns modais de transporte público.

Cupons de desconto TecMundo:

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Apple Express Transit chega a Londres; sem previsão para o Brasil