Todos sabem que trocar e ler mensagens pelo smartphone pode ser uma grande distração para quem está conduzindo um veículo. Mas uma informação da Abramet dá uma dimensão bem mais concreta do perigo que a prática representa.  A Associação Brasileira de Medicina de Tráfego indica que o uso do celular ao volante é a terceira maior causa de fatalidades no trânsito, no Brasil.

O problema é uma realidade do mundo todo. Nos Estados Unidos, a NHTSA (Administração Nacional de Segurança Viária) informou que em 2016 morreram 3.450 pessoas em acidentes por condução distraída. Segundo o órgão, o uso do aparelho aumenta em 400% o risco de acidentes.

Diante dos dados alarmantes, a empresa Brisa (de infraestrutura de transporte em Portugal) lançou uma campanha junto com a ANSR (Autoridade Nacional de Segurança Rodoviára), do IMT (Instituto de Mobilidade e dos Transportes) e da FMP (Federação Motociclismo de Portugal). Confira o vídeo da campanha “Offline na condução, Online na vida”. Espera-se que as imagens inesperadas conscientizem sobre o real perigo do uso do celular no trânsito.