Até algum tempo atrás, o ser humano precisava desenvolver naturalmente certas habilidades que hoje não são mais necessárias — caçar para sobreviver, andar a cavalo ou conduzir uma carroça e por aí vai. Pensando nessa evolução, um engenheiro que trabalha na Google resolveu imaginar o próximo passo desse "esquecimento". O resultado? Pior do que ele imaginava.

Tudo começou quando Vahid Kazemi fez uma postagem no Twitter. Ele já apagou a publicação, mas o Jalopnik foi mais rápido e fez o registro:

Uma captura de tela.

"Estou dirigindo em Los Angeles com um carro alugado que não tem as funções de autonomia que meu próprio carro possui. Quase bati umas dez vezes e atropelei cinco pessoas em dois dias! Os humanos não foram feitos para dirigir carros!".

Ele é engenheiro de software na Waymo (sim, aquela da polêmica com o Uber) e pesquisador da Google, tendo trabalhado também na Microsoft. Em outras palavras, sabe bem da realidade de carros autônomos. É possível que Kazemi estava apenas brincando que muitas pessoas já estão tão acostumadas com os carros autônomos que logo deixarão de aprender a dirigir — e podem cometer erros graves se eventualmente precisarem tomar o volante. Aliás, a necessidade de estarmos atentos para evitar que a direção robotizada cometa erros ainda é uma questão frequente nessas discussões, já que o sistema está longe de ser perfeito.

Você concorda?

Enquanto muita gente entendeu a piada (como o seguidor da imagem, que fala que a culpa "talvez seja do carro alugado"), várias outras pessoas discutiram com Kazemi, chamando ele de "barbeiro" e criticando o engenheiro por colocar a culpa no equipamento.

Após apagar a primeira postagem, ele fez uma segunda que também foi deletada posteriormente. "Piadas ruins rapidamente são escaladas no Twitter. Nota para mim mesmo: somente twittar exatamente o que você quer dizer", disse na rede social. E aí, você acha que os humanos vão mesmo desaprender a dirigir daqui a alguns anos?