Em parceria com a Prefeitura do Rio de Janeiro, a Prefeitura de São Paulo anunciou que vai desenvolver um aplicativo para gerenciar as corridas dos táxis da cidade, assim como acontece com o Uber e outros serviços similares de caronas pagas.

“O Táxi SP oferece ao usuário a garantia que o taxista está cadastrado no sistema da Prefeitura, oferecendo mais segurança. Além disso, o aplicativo permite um controle maior da qualidade do serviço, segurança quanto aos valores cobrados, evitando abusos, e a previsão do preço da corrida antes do início da viagem”, explicou o secretário municipal de Mobilidade e Transportes, Sérgio Avelleda.

Gerenciando a cidade

Os motoristas também vão poder ajudar a manter a cidade mais organizada sinalizando problemas que encontram no trajeto

Todos os táxis em operação deverão ser cadastrados no aplicativo, o que não vai ajudar apenas a clientes conseguirem caronas usando o smartphone, mas também vai fornecer dados para a prefeitura compreender melhor o funcionamento do serviço na cidade, conhecendo melhor o posicionamento e o regime de funcionamento do transporte privado.

Os motoristas também vão poder ajudar a manter a cidade mais organizada sinalizando problemas que encontram no trajeto, assim como já é possível que usuário comuns façam por meio do Waze, o aplicativo de navegação GPS. Assim, eles poderiam colaborar com a gestão da cidade enquanto realizam sua função principal que é dirigir os táxis.

prefeitura

Parceria de peso

"O Táxi SP é o primeiro dos programas de cooperação entre São Paulo e Rio de Janeiro. Foi totalmente desenvolvido e implantado com sucesso lá. Quando avaliei os indicadores do programa, achei interessante aplicá-lo aqui em São Paulo”, afirmou o prefeito João Doria. “Vamos nos unir para concretizar esse e outros projetos juntos, como o Corujão Carioca”, completou o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella.

O Táxi SP será gerenciado pela Secretaria Municipal de Transportes e pela Prodam

O Táxi SP será gerenciado pela Secretaria Municipal de Transportes e pela Prodam. Quando concluído, a SMT publicará as normas para o cadastro dos taxistas. A exigência do cadastro para a utilização do aplicativo visa garantir a qualidade e a segurança do serviço que será prestado pelo app.