O levantamento mensal de informações sobre consumo de carros feito pelo Instituto de Pesquisas de Transporte da Universidade de Michigan revelou uma novidade interessante: os motores estão voltando a ficar supereficientes em relação ao quanto os veículos estão “bebendo” lá nos Estados Unidos.

A pesquisa leva em consideração os dados de consumo dos veículos disponíveis no mercado e a marca atual, de 10,79 km/L, só foi superada em agosto de 2014, quando a pesquisa registrou uma média de 10,84 km/L.

O trabalho constante em tecnologias como o downsizing e a presença cada vez maior de veículos híbridos e elétricos são um dos principais responsáveis pelo feito.

Os dados da pesquisa contam com um histórico que vem desde 2008, então é possível perceber o crescimento acentuado na eficiência de consumo dos veículos em quase 10 anos – até estagnar em 2014.

Um dos motivos pelo qual o número não ficou ainda maior foi o aumento expressivo na demanda mundial por veículos do tipo crossover e SUVs compactos, que podem ser mais “beberrões” que os carros mais comuns. Esse cenário, no entanto, faz com que o aumento na eficiência seja algo ainda mais importante.

A expectativa é que um novo crescimento acentuado aconteça nos próximos 3 ou 4 anos com a popularização dos carros elétricos e a adoção cada vez maior de veículos híbridos, visto que as próprias montadoras, como a Volvo, Maseratti e Cadillac, estão tomando medidas drásticas para virar essa chave.