Não é segredo que um dos próximos produtos da Tesla será um SUV chamado Model Y – parte do desejo adolescente de Elon Musk em ter um portfólio composto por carros que formem a palavra "S3XY". A novidade é que o próximo lançamento da marca pode chegar mais cedo, graças ao Model 3.

Isso porque o SUV vai compartilhar da plataforma que foi utilizada novo carro da marca, ao contrário do que Elon Musk havia afirmado anteriormente. O CEO da Tesla afirmou, durante uma conferência, que “o Model Y vai usar muitos componentes do Model 3, o que significa que ele vai chegar ao mercado muito mais rápido”.

Algo muito parecido aconteceu no lançamento do Model X, que compartilha parte de sua estrutura com o sedã Model S. No caso do Model Y e do Model 3, a suspensão e outras partes poderão ser usadas nos dois carros.

Isso vai resultar em custos de produção mais baixos e vai agilizar no desenvolvimento do novo SUV, que deverá ter desempenho e dimensões muito similares ao “compacto”, apesar de ser mais alto.

Musk, inclusive, reforça a importância do mercado de utilitários esportivos no mundo todo e essa aceleração no desenvolvimento deve ajudar a empresa a entrar nesse mercado em um momento bastante oportuno. A previsão original era de que o Model Y chegasse apenas em 2020.

Com isso, o Model S e o X se mantêm no topo do portfólio da marca, oferecendo mais uma opção de custo mais baixo.