A montadora Vanda, de Singapura, é especializada em caminhões leves e scooters elétricas, mas agora resolveu usar seu talento e conhecimento para criar um hipercarro elétrico.

Batizado de Dendrobium como uma homenagem a um tipo de orquídea nativa de Singapura, o carro será construído em parceria com a Williams Advanced Engineering, divisão de engenharia da equipe de Fórmula 1.

A expectativa é que ele seja lançado até 2020 e chegue ao mercado com especificações generosas, como é o caso da velocidade máxima superior a 320 km/h e a aceleração de 0 a 100 em 2,7 segundos, graças a dois motores elétricos – um para cada eixo.

O modelo vem para concorrer com outros hipercarros elétricos já existentes, como é o caso do NIO EP9 e do Rimac Concept One. Assim como seus rivais, ele também será um brinquedo bem caro – a Vanda não divulgou uma estimativa em números, apenas sugeriu que o valor será na casa dos sete dígitos.