Gangues de Nova York: Martin Scorsese será produtor de série sobre o filme

Imagem de: Gangues de Nova York: Martin Scorsese será produtor de série sobre o filme
Imagem: Miramax Films
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.

Uma adaptação televisiva do filme Gangues de Nova York está em desenvolvimento e já busca um comprador para ser encomendada. O projeto marca o retorno de Martin Scorsese (O Irlandês, Taxi Driver) como produtor executivo e tem o ícone de Hollywood como o responsável pela direção dos dois primeiros episódios, ainda sem data de estreia prevista.

Segundo fontes do Deadline, a série contará uma história original e aproveitará alguns traços do roteiro de 2002 para gerar alterações pontuais. Essa ideia, projetada pelo dramaturgo Brett Leonard, atraiu Scorsese ao ser divulgada nos bastidores da Miramax TV e deve apresentar personagens que não foram introduzidos no filme, bem como o desenvolvimento de alguns dos nomes principais da trama.

(Fonte: Miramax / Reprodução)(Fonte: Miramax / Reprodução)Fonte:  Miramax 

Até o momento, não há mais detalhes sobre Gangues de Nova York, mas sabe-se que, ao lado de Scorsese e Leonard, estarão os empresários Rick Yorn e Chris Donnelly. Anteriormente, o diretor de Os Bons Companheiros (1990) comentou estar relacionado a um seriado baseado no filme, cujo desenvolvimento foi revelado em 2013 pela GK Films e buscaria expandir os conflitos de rua para cidades como Chicago e Nova Orleans. Porém, desde então, nada foi oficializado.

“Esta época da história e da herança da América é rica em personagens e conteúdos que não poderíamos explorar completamente em um filme de duas horas”, disse Scorsese na época do anúncio. “Uma série de televisão nos dá tempo e liberdade criativa para dar vida a esse mundo colorido e todas as implicações que ele teve e ainda tem em nossa sociedade.”

Mais detalhes sobre Gangues de Nova York serão revelados posteriormente.

Você sabia que o TecMundo está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.