Amber Heard diz não culpar júri por derrota contra Johnny Depp; entenda!

Imagem de: Amber Heard diz não culpar júri por derrota contra Johnny Depp; entenda!

A atriz Amber Heard se pronunciou pela primeira vez sobre a derrota no processo de difamação contra Johnny Depp nesta segunda-feira (13). Duas semanas após o veredito, divulgado no dia 1º de junho, a atriz contou exclusivamente para a NBC News que não culpa o júri pelo resultado.

"Eu não os culpo. Eu realmente entendo. Ele é um personagem amado e as pessoas sentem que o conhecem. Ele é um ator fantástico. Eu não me importo com o que pensam sobre mim ou quais julgamentos você quer fazer sobre o que aconteceu no filme. Privacidade da minha própria casa, no meu casamento, atrás de portas fechadas. Eu não presumo que uma pessoa comum deva saber dessas coisas. E então eu não levo para o lado pessoal", disse a atriz.

Ela ressalta, no entanto, que o ódio recebido nas redes sociais não é justo. "Mesmo alguém que tem certeza de que eu mereço todo o ódio, mesmo que você pense que estou mentindo, você ainda não conseguiu me olhar nos olhos e me dizer que acha que nas redes sociais houve uma representação justa. Você não pode me dizer que acha isso justo."

Com o veredito, Amber deverá indenizar Johnny Depp em US$ 15 milhões (o equivalente a R$ 71,9 milhões, na conversão atual), enquanto o ator deverá pagar o valor de US$ 2 milhões (aproximadamente R$ 9,5 milhões) para a ex — indenização por danos morais.

Logo após a decisão do júri ser divulgada, o advogado da atriz confirmou que a defesa entraria com recurso com a justificativa de que o júri estava "confuso e indevidamente influenciado" pelas redes.