Stranger Things: tudo sobre a estreia da 4ª temporada (recap)

Imagem de: Stranger Things: tudo sobre a estreia da 4ª temporada (recap)
Imagem: Netflix

Lançada nesta sexta-feira (27), a 4ª temporada de Stranger Things finalmente chegou à Netflix. Os fãs estavam ansiosos para saber quando poderiam conferir a saga de seus personagens preferidos. E com o intitulado “Chapter One: The Hellfire Club”, os irmãos Duffer mostraram ao público que ainda há muitos mistérios pela frente.

Dessa forma, confira todos os detalhes sobre o primeiro episódio da 4ª temporada da série, lendo nosso recap completo!

Stranger Things 4x1: como estamos três anos depois?

Alguns meses se passaram dentro da narrativa da produção da Netflix. A última vez em que vimos Eleven (Millie Bobby Brown) e sua turma, diversas coisas aconteceram em Hawkins. A personagem em questão passou por diversas mudanças significativas em sua trajetória, incluindo a perda de seus poderes.

(Netflix/Reprodução)(Netflix/Reprodução)Fonte:  Netflix 

Desse modo, o episódio de estreia se inicia mostrando algumas das consequências do desfecho anterior após cem dias das confusões vistas no shopping. Agora no ensino médio, os protagonistas precisam lidar com problemáticas pertinentes à adolescência, tendo em vista que seus grupos sociais se transformaram, a cobrança com relação aos seus respectivos futuros está mais forte do que nunca e os romances começam a surgir.

Além do desfalque de Eleven, o grupo está separado mesmo entre os que ainda residem na mesma cidade. Mesmo assim, ela se corresponde, por exemplo, com Mike (Finn Wolfhard), informando que está começando a criar alguns laços efetivos no novo local em que está morando com os Byers. Mais tarde, o público descobre que não é bem assim. Sua vida na nova escola é intimidadora. E por lá, ela não consegue nem ao menos se expressar sem ser menosprezada pelos colegas.

Por meio dessa carta, Eleven também cita o falecido Hopper (David Harbour) e sua mãe, Joyce (Winona Ryder), que agora tem um novo emprego. Enquanto isso, Jonathan (Charlie Heaton) está mais inconsequente do que nunca, inclusive, consumindo drogas para lidar com sua distância de Nancy (Natalia Dyer).

E embora Will (Noah Schnapp) pareça ser uma figura mais do que importante para Eleven, ele não tem muito tempo para lidar com as necessidades internas dela, levando em consideração que também tem seus próprios dilemas. Sem seus poderes, Eleven parece deslocada de tudo. E em momentos de fúria, tenta estender seus braços para saber se ainda há esperanças. Em resumo, os personagens estão cada vez mais distantes do que conheceram sobre o Mundo Invertido.

Em Hawkins, Eddie (Joseph Quinn) surge como um grande amigo para Mike e Dustin (Gaten Matarazzo). Ele é o carismático líder do Hellfire Club, um grupo para amantes de jogos como Dungeons & Dragons. Já Lucas (Caleb McLaughlin) está cada vez mais interligado com os populares, pois entrou para o time de basquete. Enquanto Mike e Dustin se afastam de Lucas, Steve (Joe Keery) e Robin (Maya Hawke) se aproximam.

(Netflix/Reprodução)(Netflix/Reprodução)Fonte:  Netflix 

Já Max (Sadie Sink), assim como Eleven, se sente deslocada depois de todos os traumas que sofreu. Quem também se destaca ao longo do episódio é Chrissy (Grace Van Dien), que parece estar sofrendo com visões ligadas ao Mundo Invertido, quase do mesmo modo que Will se sentia. E quando ela está na companhia de Eddie em seu trailer, começa a ser possuída. Eddie até tenta livrá-la do transe, mas nada que realiza é efetivo.

Sendo assim, o episódio termina com o corpo de Chrissy começando a levitar. Em seguida, ele se quebra totalmente. A líder de torcida morreu de uma forma muito bizarra, o que deixou Eddie muito aflito.

Lembrando que toda a parte 1 da 4ª temporada de Stranger Things já está disponível.

Fontes