Chicago Fire 10x17: Stella tem muitas suspeitas em um caso (recap)

Imagem de: Chicago Fire 10x17: Stella tem muitas suspeitas em um caso (recap)
Imagem: NBC

Nesta semana, mais um episódio da 10ª temporada de Chicago Fire foi exibido aos espectadores pela NBC. Seguindo com conflitos interessantes, a série vem provocando novas relações entre os personagens centrais, além de trazer novidades no campo investigativo.

Dessa forma, confira todos os detalhes do intitulado “Keep You Safe” (Mantenha-se a salvo, em uma tradução livre) lendo nosso recap completo!

Chicago Fire 10x17: uma nova dinâmica familiar para Chloe e Cruz

O episódio se inicia mostrando mais sobre Javi (Carlos S. Sanchez), que foi recebido de forma calorosa por Cruz (Joe Minoso) e Chloe (Kristen Gutoskie) nas últimas semanas. Embora tenham se apegado ao garoto, eles sabem que precisavam ajudá-lo a reencontrar sua família biológica. Embora fosse difícil pensar que ele poderia ir embora a qualquer momento, Cruz aproveitava cada segundo ao seu lado, inclusive, ensinando-o a falar inglês.

(NBC/Reprodução)(NBC/Reprodução)Fonte:  NBC 

O bombeiro também o levava para escola, ajudando sempre que possível com o dever de casa. Depois de deixá-lo para estudar, Cruz se dirigiu ao esquadrão, integrando a equipe que estava saindo para atender um chamado. Tratava-se de um acidente de carro repleto de destruição, no qual haviam pedaços dos veículos por todos os lados. Mas o cenário desolador não intimidou os bombeiros.

Mesmo em estado de calamidade, havia sobreviventes, como o motorista e alguns passageiros. Violet (Hanako Greensmith) os auxiliou até a ambulância e a novata Emma (Caitlin Carver) relatou à polícia sobre o cheiro de bebida que estava rondando o motorista. Havia muitas indagações entre eles sobre como o acidente havia ocorrido, com Stella Kidd (Miranda Rae Mayo) interessada em descobrir o que os teria levado até aquele ponto.

Por esse motivo, ela visitou uma das passageiras sobreviventes no hospital, que argumentou sobre não conhecer o motorista e que havia apenas pego uma carona com ele. A garota estava com muitos hematomas no corpo, que poderiam não ter sido causados pelo acidente. Com isso em mente, ela contou a Severide (Taylor Kinney) sobre o que havia visto e suas suspeitas. Havia a possibilidade da jovem estar sofrendo violência doméstica.

Com uma única pista em mãos e o auxílio da polícia, o máximo que conseguiram encontrar foi uma câmera de segurança, na qual não era possível identificar ninguém. Intrigada com a situação e com muitas suspeitas, Kidd notou que a vítima poderia ajudá-los a identificar o motorista. Dessa forma, a tenente tentou convencê-la a falar tudo, prometendo protegê-la sob qualquer circunstância.

Então, ela confessou ser a namorada do motorista. A situação é crítica, pois ela afirma que ele havia sequestrado o passageiro que morreu no acidente. Sendo assim, a vítima de violência doméstica é a única testemunha do caso. Kidd permanece ao seu lado e entende seus receios, sobretudo porque já passou por algo parecido em sua vida.

(NBC/Reprodução)(NBC/Reprodução)Fonte:  NBC 

Embora o episódio termine dessa forma, há outras questões ocorrendo em paralelo, como Cruz e Chloe ajudando Javi a frequentar uma nova turma na escola, tendo em vista seu excelente desempenho nas provas, e ainda a descoberta de Gallo (Alberto Rosende) sobre a relação de Violet e Hawkins (Jimmy Nicholas), que colocou muita desconfiança sobre a paramédica.

O que será que vai acontecer? Não perca todas as novidades de Chicago Fire!