O Legado de Júpiter: série é cancelada pela Netflix

Imagem de: O Legado de Júpiter: série é cancelada pela Netflix
Imagem: Divulgação

Após muita espera, a série O Legado de Júpiter estreou na Netflix, mas, ao contrário do que se esperava, não alcançou o sucesso desejado. Agora, segundo um relatório do Deadline, o serviço de streaming decidiu liberar os atores do elenco das obrigações contratuais da produção. A informação foi confirmada em um comunicado oficial do criador da história em quadrinhos que deu origem à série, Mark Millar.

A notícia, no entanto, não significa o fim definitivo da história da série. Isso porque a Netflix confirmou a produção de uma série sobre os Supercrooks, os vilões que povoam o mesmo universo.

"Estou muito orgulhoso do que a equipe conseguiu com ‘O Legado de Júpiter’ e do incrível trabalho que todos fizeram nessa temporada de origem. Me perguntaram muito sobre o que estamos planejando a seguir com este mundo e a resposta é: ver aquilo que os super-vilões estão fazendo. Sempre amei histórias de crimes de Scorcese a Tarantino, e super-vilões são sempre a parte mais divertida de qualquer história de super-herói", disse Millar.

Ele deixa claro que os atores da primeira temporada não voltarão para a nova produção. "Tomamos a difícil decisão de deixar nosso incrível elenco fora do compromisso da série enquanto continuamos a desenvolver cuidadosamente todos os outros reinos da saga.‎‎ Queremos agradecer a todos pelo apoio contínuo.”‎

A primeira temporada de Supercrooks terá 13 episódios, com duração de 30 minutos cada.

O Legado de Júpiter: série é cancelada pela Netflix