The Bold Type: vale a pena assistir a série da Netflix? (crítica)

Imagem de: The Bold Type: vale a pena assistir a série da Netflix? (crítica)
Imagem: Netflix/Divulgação

ATENÇÃO: POSSÍVEIS SPOILERS À FRENTE!

Quatro anos depois de sua estreia nos Estados Unidos, a série The Bold Type finalmente fez sua estreia no catálogo da Netflix. As 4 temporadas completas foram disponibilizadas pela plataforma de streaming e os episódios já estrearam no top 10 de títulos mais assistidos no Brasil. Comumente conhecida como a “Gossip Girl dos jovens adultos”, a comédia já chamou a atenção de muitos espectadores.

A série acompanha três amigas que vivem em Nova York – o que é a receita mais clichê para o sucesso. Embora não deixe de lado os clássicos que fazem das comédias românticas tão atrativas para os fãs do gênero, a série inova ao inserir temas extremamente relevantes em um contexto leve, quase sem que o espectador perceba que está discutindo o assunto.

Mas, será que vale mesmo a pena assistir ao seriado? É isso o que vamos descobrir hoje!

(Fonte: Netflix/Divulgação)(Fonte: Netflix/Divulgação)Fonte:  Netflix 

Crítica: The Bold Type é a comédia perfeita para quem busca uma série leve para maratonar

O seriado acompanha três jovens: Jane (Katie Stevens), Kat (Aisha Dee) e Sutton (Meghann Fahy). Jane foi fã da revista Scarlet desde pequena e conseguiu o emprego dos sonhos como redatora. Enquanto isso, Kat é diretora de mídias sociais da revista e uma mulher forte que sempre luta por seus objetivos. Tudo isso enquanto lida com os seus problemas pessoais, já que ela descobriu recentemente que é lésbica e está apaixonada por Adena (Nikohl Boosheri).

Por último, temos ainda Sutton, assistente de Oliver (Stephen Conrad Moore), um dos estilistas da revista. Ela namora secretamente um dos membros do conselho diretor da Scarlet e faz jornadas de trabalho intensas para conquistar seu espaço na moda.

Além do trio principal, a série apresenta ainda uma versão semelhante, embora muito mais gentil, de Miranda Pristley, imortalizada por Meryl Streep em O Diabo Veste Prada. A editora-chefe da revista Scarlet é Jacqueline (Melora Hardin) e ela é responsável por inserir o olhar masculino nas pautas da Scarlet. O conjunto de todos esses personagens fascinantes é, sem dúvidas, um dos maiores motivos para assistir The Bold Type.

(Fonte: Netflix/Divulgação)(Fonte: Netflix/Divulgação)Fonte:  Netflix 

O equilíbrio entre a vida amorosa, pessoal e profissional é uma trama recorrente na série e traz características muito familiares de grandes clássicos da comédia romântica. Porém, não se engane: ao mesmo tempo em que as aventuras de Jane, Kat e Sutton abordam os temas característicos dos jovens adultos, elas aproveitam ainda para abordar problemas sociais de uma forma muito leve e natural.

Ao longo da série, comédia e drama se unem para criar episódios que abordam o racismo, a diferença de gênero, posicionamentos políticos e muito mais. Com isso, os aspectos humanos e sociais são entrelaçados para, ao mesmo tempo, divertir o público e trazer à tona assuntos muito relevantes.

Se você busca uma série para maratonar com tranquilidade, dar boas risadas e se apaixonar por personagens envolventes, The Bold Type pode ser exatamente o que você estava procurando. Então, em suma: sim, vale muito a pena conferir a série da Netflix!

Você já assistiu aos episódios? Deixe sua opinião sobre a série The Bold Type abaixo e aproveite para compartilhar a crítica em suas páginas nas redes sociais.

The Bold Type: vale a pena assistir a série da Netflix? (crítica)