Grey’s Anatomy: os 10 episódios mais tristes da série médica

Imagem de: Grey’s Anatomy: os 10 episódios mais tristes da série médica
Imagem: ABC/Divulgação

A 17ª temporada de Grey’s Anatomy está sendo uma verdadeira provação para os fãs da série médica. Porém, não há como negar que os espectadores já enfrentaram muitas outras provações ao longo das temporadas. Protagonizado por Ellen Pompeo, o seriado é conhecido por abordar temas diversos, como morte, relacionamentos (amorosos e de amizade), situações familiares complicadas e muito mais.

Olhando para todas as temporadas, listamos aqui os 10 episódios que mais nos fizeram chorar. Então, já separa o lencinho e vem conferir essas lembranças com a gente!

Veja os 10 episódios mais tristes de Grey’s Anatomy.

10. "How To Save a Life"

(Fonte: ABC/Divulgação)(Fonte: ABC/Divulgação)Fonte:  ABC 

Só de ler o título deste episódio, já deveríamos saber que ele seria um dos mais tristes. Afinal, a canção "How To Save a Life" foi a trilha sonora de outros episódios comoventes. Nesse capítulo em específico, Derek ajuda alguns pacientes que sofreram um acidente de carro e, depois, ele também sofre um acidente.

Após uma série de decisões médicas equivocadas, Derek é declarado morto. Esse foi o fim do relacionamento entre o neurocirurgião e Meredith, que foi acompanhado pelos fãs desde o primeiro episódio.

9. "Fight The Power"

A 17ª temporada de Grey’s Anatomy está abordando a pandemia da covid-19. Logo, é apenas natural que alguns de seus episódios entrem na lista de capítulos mais tristes da série médica. Em "Fight The Power", conhecemos a mãe de Bailey. Porém, tivemos pouco tempo para nos acostumarmos com ela, já que Elena está contaminada com o vírus.

Ao lado de sua mãe até o último minuto, Miranda canta “My Girl” para ela, criando uma das cenas mais emocionantes já gravadas.

8. "Good Mourning"

No final da 5ª temporada, descobrimos que o paciente desconhecido que chegou ao Seattle Grace, como era chamado na época, depois de ser atropelado por um ônibus era, na verdade, George O’Malley. Então, no primeiro episódio da 6ª temporada, ele morre na mesa de cirurgia, e os cirurgiões lidam com o que aconteceu.

O episódio é especialmente triste para Callie. Afinal, a mãe de George diz que, aos olhos de Deus, ela continua sendo sua esposa e, por isso, deveria decidir o destino de seus órgãos.

7. "All I Could Do Was Cry"

(Fonte: ABC/Divulgação)(Fonte: ABC/Divulgação)Fonte:  ABC 

Nesse episódio de Grey’s Anatomy, April precisa lidar com a notícia de que seu primeiro bebê tinha uma condição fatal. Os ossos de seu filho com Jackson estavam quebrados ainda no útero, e eles decidem ter a criança mesmo assim. Porém, o bebê morre nos braços deles.

6. "Things We Said Today"

Adele e Richard também tiveram sua cota de problemas durante a série. O ápice foi quando Adele precisou de cirurgia, e Bailey adiou seu casamento para que pudesse ser sua cirurgiã. Então, todos acreditam que ela está bem, mas ela sofre um ataque cardíaco e falece.

5. "Flight"

É até difícil falar desse episódio sem arrepios. Em "Flight", Derek, Mark, Meredith, Lexie, Cristina e Arizona sofrem um acidente de avião e precisam cuidar uns dos outros até que a ajuda chegue – o que leva alguns dias para acontecer.

Lexie fica presa embaixo dos destroços do avião, e os médicos sabem que não poderão ajudá-la. Ao perceber que morreria, ela e Mark finalmente admitem o amor que sentem um pelo outro, apenas para que ela morra.

4. "Going, Going, Gone"

(Fonte: ABC/Divulgação)(Fonte: ABC/Divulgação)Fonte:  ABC 

E não para por aí. No episódio seguinte, os médicos de Grey’s Anatomy já voltaram ao trabalho, mas Mark permanece inconsciente. Derek e Richard falam sobre algo que “precisa acontecer às 5h da tarde” e, mais para a frente, descobrimos que este é o horário em que Mark será retirado dos aparelhos de suporte à vida.

Com isso, ele se torna o 2° médico a morrer no acidente de avião. Então, os médicos decidem renomear o Hospital Seattle Grace como Grey Sloan em homenagem à Lexie e Mark.

3. "Didn’t We Almost Have It All?"

Apesar de Cristina ser, sem dúvidas, uma das médicas mais duronas que já passaram pela série, vê-la ser abandonada no altar não foi fácil. Ainda mais porque ela finalmente tinha decidido que realmente queria passar o resto de seus dias com Burke.

2. "Losing My Religion"

Depois de cortar o fio LVAD de Denny, Izzie acredita que está tudo bem com seu futuro marido. Porém, uma complicação da cirurgia faz com que ele morra antes que os dois pudessem ao menos ter um primeiro encontro fora do hospital. Então, Izzie precisa lidar com a sua morte e também com todos os problemas de sua carreira.

1. "Sanctuary"

(Fonte: ABC/Divulgação)(Fonte: ABC/Divulgação)Fonte:  ABC 

Sem dúvidas, o episódio mais triste de Grey’s Anatomy foi Sanctuary. Com duas partes, o episódio acompanha um tiroteio no Seattle Grace cometido por um homem que queria vingar a morte de sua mulher. Além de perdermos Charlie e Reed, Derek também é baleado e Cristina precisa operá-lo com uma arma apontada para a sua cabeça. Tudo isso, é claro, enquanto Meredith perde o bebê que estava carregando.

E aí, como está o seu coração depois dessa lista de episódios mais tristes da série? Comente no espaço abaixo o que você achou do ranking e o que espera da 17ª temporada de Grey’s Anatomy; compartilhe este texto nas redes sociais!

Imagem: Teste Grátis o Amazon Prime
Imagem: Tecmundo Recomenda

Teste Grátis o Amazon Prime

Filmes, séries, música, ebooks, jogos, frete grátis, ofertas exclusivas e muito mais. Assine e tenha todos esses benefícios grátis por 30 dias. Depois será por apenas R$ 9,90/mês.

Grey’s Anatomy: os 10 episódios mais tristes da série médica